turista_tubarao_

Uma turista da Paraíba resolveu fazer uma imagem inusitada na tarde desta segunda-feira (6), na Praia do Sueste, em Fernando de Noronha, e por pouco não se feriu gravemente. A visitante pegou um filhote de tubarão com a mão, enquanto o namorado filmava. O animal se debateu e reagiu, mordeu o dedo da turista e deu trabalho para soltar. O ato de molestar animais em uma área de preservação (o Sueste faz parte do Parque Nacional Marinho) é crime ambiental.

“O tubarão revidou, reagiu defensivamente e mordeu o dedo da turista. O animal não teve a iniciativa de agredir o ser humano, de fato o humano agrediu o tubarão. Para se desvencilhar, o animal reagiu de forma defensiva”, falou o pesquisador de tubarões, Léo Veras. O animal era um filhote de tubarão limão.  

turista_tubarao_2

Outras pessoas que presenciaram o fato ficaram indignados com ação. A mulher que cometeu o crime ambiental  foi atendida no Hospital São Lucas, levou três pontos no ferimento e foi liberada. A reportagem do blog Viver Noronha estava no hospital e questionou a turista para que ela relatasse o que aconteceu, mas a visitante se negou a dar entrevista.

turistas_turabao_3

O chefe de Fiscalização do Instituto Chico Mendes da Biodiversidade, Júlio Rosa, também esteve no Hospital São Lucas. “Nós convocamos a turista a comparecer à sede do Chico Mendes na manhã da terça-feira (7). Vamos ouvir a visitante para saber quais medidas vamos tomar”, informou o chefe de Fiscalização.

Pela lei, crimes ambientais podem ser punidos com aplicação de advertências ou multas. No ano de 2014, um turista de São Paulo também pegou um tubarão com a mão e foi multado em R$ 5 mil pelo Instituto Chico Mendes.

Veja o vídeo:

https://www.facebook.com/chicobalafn/videos/10202599146777238/